Negro Leo

Cantor, compositor, instrumentista, Negro Leo 

é um dos grandes nomes da nova canção experimental brasileira.

Tocando com diversas bandas e formações, seu trabalho tem testado

os limites da MPB. De 2012 a 2017 lançou 9 discos: Desejo de lacrar (2020), Coisado (2017), Action Lekking (2017), Água Batizada (2016), Niños Heroes (2015), Ilhas de Calor (2014), Tara (2013), The Newspeak (2012), Ideal Primitivo (2012). Além de seu trabalho autoral faz parte dos projetos: Baby Hitler e Meu Reino não é deste Mundo.

Negro Leo tem levado seu trabalho para palcos prestigiados, como: Festival Nrmal (México), Counterflows Festival (Escócia) e Cafe OTO (Londres). No Brasil participou da Virada Cultural Paulista, Anivesário da Cidade de São Paulo, Festival Novas Frequências, Festival A.Nota, Festival VENTO, entre outros. 


  • YouTube Negro Leo
  • Instagram

Saskia

Com 23 anos de acidez e inventividade, a compositora, cantora, produtora e DJ porto alegrense Saskia grava músicas desde 2010. A artista, que se encaixa deliciosamente bem na categoria DIY (“do it yourself” ou “faça você mesma”, em tradução literal) integra os coletivos de artistas negros NÁMÍBIÀ e Turmalina; passou pelos festivais Bananada, Novas Frequências e Morrostock. Agora, ela se atira rumo ao lançamento do seu primeiro álbum de estúdio, que conta com produção musical de Renato Godoy e Mateus Miranda (Tabu). Sempre questionando os estilos de vida na metrópole, Saskia consolida a sua carreira posicionando-se como uma artista experimental, apresentando composições inesperadas e irreverentes. Espere por samples, pedais, traps, sopros e sintetizadores.  

  • YouTube Saskia
  • Instagram

Bernardo

Oliveira

Professor, adjunto da Faculdade de Educação da UFRJ, pesquisador, crítico

de música e cinema e produtor. Participa como colaborador do projeto de extensão GEM — Grupo de Educação Multimídia (Letras/UFRJ) e do LISE — Laboratório do Imaginário Social e Educação (Educação/UFRJ). Desenvolve projeto de pesquisa sobre o filósofo francês Gilbert Simondon (“Gilbert Simondon, precursores e derivações: O problema da educação e da "cultura técnica" na sociedade metaestável"). Como crítico de música e ensaísta, colaborou com diversos jornais, blogs, revistas e festivais no Brasil e no exterior. Participou de festivais e eventos de música e cinema como curador e produtor.  Foi produtor e curador do

evento de música experimental Quintavant e, atualmente, dirige o selo musical QTV (https://qtvlabel.bandcamp.com/).

Co-produziu os filmes "Noite" e "Sutis Interferências", de Paula Maria Gáitan e “UN”, de Sérgio Mekler. Realizou a investigação musical do último filme de Lucrecia Martel, “Zama” (2017). Publicou em dezembro de 2014 o livro "Tom Zé — Estudando o Samba" (Editora Cobogó).

  • YouTube Saskia
  • Instagram
logosescbranco.png

© 2020 por Mirã Design. Criado com Wix.com