Abre-alasLucas Pires e Bernardo Oliveira
00:00 / 10:55

ESTÉTICA

quando o escravo
surrupiou a escrita
disse o senhor:

– precisão, síntese e bons modos!
é seu dever 

enxurrada se riu demais em
chuva do conta-gotas e sua bota de borracha rota.

(Cuti, Cadernos Negros 19, p. 36) 

A suspeita de que Beethoven era preto e a influência determinante da música afrodiaspórica no ocidente:

seria a prova de que o preto foi capaz de integrar-se ao sistema colonial em alto nível de excelência? Qual o custo dessa excelência? Dizzy Gillespie gravando samba pra CBS? O preto (racialmente) construído precisamente pra não ver-se a si próprio invisível em nenhum momento. Manter as coisas aparentes. O chicote e as janelas da

Viera Souto que espiamos da praia. Cada nota de

Gillespie quer voltar pra onde, ela sempre esteve e nunca conheceu. Manter os suspeitos, suspeitos. Como é ser invisível? Parker, Pelé, Obama, Mandela, Luiz Melodia, Jordan. Fight the power! “quem taí?”, pergunta o poder. “ninguém”, responde o declarante. Deixar o mundo para aquilo que o mundo nos deixou. Tornar-se invisível à invisibilidade. Reforçar esse aspecto tautológico da experiência. Uma guerra é uma guerra. Ninguém é ninguém. Poder é poder. Invisível é invisível.

Terra arrasada é terra arrasada.

Insira um nomeSaskia
00:00 / 06:02
Captura_de_Tela_2020-07-26_às_03.14.04

'Perhaps the biggest hardware release since the iPhone, gadget enthusiasts everywhere highly anticipated the Apple Watch’s release. One of its noteworthy features is the heart rate monitor, which uses a device called the "pulse oximeter" that emits infrared light through a user's wrist to measure the oxidation of their blood. The oximeter determines a user's heart rate based on how much light is absorbed through the skin and blood cells. The problem with this technology, however, is that it doesn’t work on dark or tattooed skin.'

 

'Flickr and Google came under fire earlier this year when images of black people in their photo apps were labeled with the tags “ape” and “gorilla.”'

 

'Search any human body part in Google Images, and one pattern quickly emerges: Virtually all of the stock photos that pop up show white bodies—whether you search “leg,” “arm,” “handsome man,” or “beauty.”'

Captura_de_Tela_2020-07-26_às_03.18.11

busca por arm (braço) no google

Captura_de_Tela_2020-07-26_às_03.18.53

busca por leg (perna) no google

Captura_de_Tela_2020-07-26_às_03.19.09

busca por beleza no google

logosescbranco.png

© 2020 por Mirã Design. Criado com Wix.com